12/10/2010

COMO FUNCIONA: SISTEMA ABS


Você vem desfilando na sua linda e reluzente motinha e de repente aquele motorista abre a porta... Se você tivesse freios com sistema ABS certamente não estaria caído no chão, pois teria chance de frear e desviar ao mesmo tempo.


O sistema foi criado para aviões e desde 1978 equipa carros de passeio, sendo a Mercedes-Benz  precursora. A BMW não conseguiu desbancar a concorrente nos carros, mas nas motos ela tem a primazia. Em 1988 instalou o sistema eletrônico na K100. Em 1992 foi a vez da Honda, que usou a ST1100 como cobaia.


Desde lá o ABS vem ganhando adeptas de todas as categorias, de esportivas de 1400 cilindradas a scooters de 125. Mas qual é o grande benefício do ABS?

Quando freamos com toda força - fazemos isso em situações de risco - as rodas tendem a travar. Isso faz com que o controle direcional seja perdido e a moto perca a estabilidade. Ou seja, travamento é sinônimo de alto risco. Com o ABS tudo é diferente, pois as rodas não travam. Assim, o piloto consegue controlar sua motocicleta enquanto freia, podendo fazer curvas, desvios ou pequenas mudanças de trajetória.

COMO FUNCIONA

O sistema do ABS tem vários sensores. Um deles está localizado nas rodas. Eles "leem" o movimento de cada roda através de uma cremalheira localizada próximo ao disco. Este sensor envia informações a todo momento para a unidade de controle, que é capaz de modificar a pressão aplicada em cada disco. Toda vez que o freio é acionado este sensor mede a velocidade da roda e identifica um iminente travamento. Imediatamente ele reduz a pressão para que a roda não trave. Assim que ela ganha certa velocidade, a pressão é readmitida até que haja outro possível travamento.


Esse joguinho é feito em centésimos de segundo e as rodas ficam sempre prestes a travar, o que jamais ocorre. A eficácia do sistema é comprovada pela teoria dos atritos: uma roda deslizando tem menor atrito que aquela que está girando.

Atualmente o ABS está conjugado ao CBS (Combined Brake System), ferramenta que aciona o freio dianteiro toda vez que o traseiro entra em ação. Sem o ABS, o CBS seria um item muito perigoso, pois o pneu dianteiro tende a travar em superfícies escorregadias.

No mercado nacional a Honda é a única a oferecer o sistema ABS (conjugado ao CBS) em motocicletas mais acessíveis.
Siga-nos no Twitter Encontre-nos no Facebook