17/04/2012

Negócio entre Ducati e Audi se concretiza


Após muitas especulações e esperanças, a Ducati finalmente está em novas mãos. Os alemães da Volkswagen aceitaram pagar 860 milhões de euros (US$ 1,12 bi) ao grupo Investindustrial pela empresa italiana, que tem quase 200 milhões de euros em dívidas e no ano passado vendeu apenas 40 mil motos.

O negócio foi movido por paixão, apenas, pois o retorno do investimento será pequeno e a longo prazo, sobretudo com a atual crise. O chairman do grupo VW, o austríaco Ferdinand Piëch, revelou em várias ocasiões que há muito tempo tinha interesse em comprar a Ducati, tanto que nem se interessou pela MV Agusta quando a Harley-Davidson pôs à venda esta outra mítica fábrica italiana.

A Ducati será controlada diretamente pela Audi, exatamente como é a Lamborghini. A VW tomou essa decisão porque a ligação é uma forma de valorizar cada marca e mostrar que agora a Audi pode concorrer com a BMW Motorrad. A AMG, divisão da Mercedes-Benz, terá que deixar Panigale, pois é concorrente da linha Audi RS.

Agora os diretores da megaempresa de Wolfsburg podem bater no peito e dizer que têm nas mãos algumas das marcas mais prestigiadas do mundo: Audi, Bentley, Bugatti, Ducati e Lamborghini, além de Volkswagen, Seat, Skoda, Scania, MAN e participação na Porsche. Claro que também terão que torcer pelo fim dessa crise atual, ou essa aquisição custará ainda mais para a VW.

[Reuters]
Siga-nos no Twitter Encontre-nos no Facebook